> Impacto da saúde na felicidade das pessoas



Transcender, conhecer e sentir prazer no que se faz é a base sobre a qual podemos concretizar nossos pensamentos e ações para termos uma vida feliz.

A Organização Mundial da Saúde apresentou uma pesquisa feita ao longo de 12 anos sobre o impacto da saúde na felicidade e chegou a algumas conclusões:

1º – Quando as pessoas estão saudáveis não percebem este estado de bem estar, mas quando doentes, o nível de infelicidade aumenta.

Em resumo, nota-se o desprazer e mal estar na doença, mas não se percebe a grande graça que é a saúde. Parece não termos essa percepção, talvez, por acharmos que a vida tem essa obrigação de nos manter saudáveis.

2º – A pesquisa ainda mostrou que há três fatores primordiais que levam às pessoas, o sentimento da felicidade:

CONHECIMENTO

Somos felizes ao sabermos sobre as coisas, assuntos, acontecimentos, tanto científicos, que são regidos pela razão quanto tácitos, ligados à sabedoria, cultura, valores, etc..

É a sensação de dominar o fazer, de ser global, de podermos demonstrar o que sabemos e ensinarmos os mais novos.

PRAZER

É importante sentir prazer no que se faz, com quem se vive e com as experiências que surgem no dia a dia. Essa sensação é medida pelo nível de nossas expectativas e de como estas são correspondidas.

Tudo isso traz uma sensação de estar bem, de felicidade, de alegria, de leveza…

TRANSCENDÊNCIA

Acreditar em algo superior, divino, pois essa “crença” tira o peso das dificuldades, as tonando passageiras. Isso leva a crer que tudo que nos ocorre servirá para nosso crescimento e está a serviço do melhor.

É base de apoio da capacidade de lidar positivamente com desafios e fracassos e saber que mais cedo ou mais tarde as coisas vão melhorar e tiraremos alguma lição  daquela fase de dificuldades.

(Texto extraído e baseado – Revista Amanhã novembro/11 escrito por Dulce Magalhães).

 

Emilio Marchetti e Márcio Macarini
Outubro/2012